“Subornámos o árbitro e drogámos os jogadores”

Marc Fratani deu uma entrevista ao Le Monde onde confessou um passado de ilegalidades no Marselha. O dirigente desportivo trabalhou no emblema do sul de frança durante mais de 30 anos com o presidente Bernard Tapie.

«Num dos jogos com o Paris Saint-Germain, não posso revelar qual, subornámos o árbitro. Nesse jogo também acabámos por utilizar Haldol para drogar jogadores. Colocámos numas garrafas de água que sabíamos que eles iam beber no balneário», começou por revelar.

Fratani falou ainda de uma partida frente ao Rennes, em que os jogados adversários adormeceram na viagem para o Estádio, devido ao cansaço extremo que sentiam. Isto depois de todos terem bebido o mesmo sumo de laranja durante a concentração no hotel.

Recorde-se que o Marselha atingiu o ponto alto do futebol europeu durante o reinado de Bernard Tapie, chegando mesmo a vencer uma Liga dos Campeões em 1993. No entanto, o emblema do sul de França foi apanhado num esquema de corrupção durante essa temporada, acabou por ser despromovido à segunda divisão.

Fonte: abola.pt